Contando oQQhá no Rio

  • Mais do que parece

    A Cultura não ajuda só a desenvolver pessoas, tornando-as mais  humanas . Ela é também um dos motores do desenvolvimento econômico do século XXI. O futuro é promissor para o setor com uma incrível geração de empregos e renda. O bom é que no Rio de Janeiro, matéria prima não falta.
  • Caminho para o desenvolvimento

    A capacidade da Cultura produzir riqueza é muito maior que a venda de ingressos para shows e peças de teatro. Ela é transversal e movimenta muitos outros setores: o turismo, a educação, a comunicação, a moda, o design, as artes, a inteligência tem tudo a ver com cultura. Fala-se hoje em Economia Criativa – que é a cultura aplicada em mercadorias e serviços de todos os tipos.
  • Vamos descobrir a pólvora

    Muitos países vem obtendo resultados econômicos  incríveis investindo em mostrar sua história, seu passado,  a sua arte, seu modo de viver  e  suas tradições. A indústria do turismo depende dos atrativos culturais do local visitado.
  • Sem resíduos

    A economia da cultura é ecológica e limpa. Seus principais insumos são a criatividade, a  personalidade, o charme, a originalidade, a beleza, a inteligência, a educação e a arte. Ou seja, o principal é gente de qualidade. E isso, no Rio, a gente encontra em toda esquina.
  • A proposta

    O InventaRio é um site que quer mostrar em números o potencial econômico da Cultura para o Rio de Janeiro embora o dinheiro seja apenas a cereja do bolo. Cada centavo investido em cultura vale a pena, porque ela transforma as pessoas, fazendo-as  melhores e mais felizes.
  • O Rio é só festa
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6